Integrantes do Blink-182

 Você acha certo que uma das bandas que o Cab mais ama em todo o mundo não ter um post feito especialmente só para ela no PortalCab? Pois é, estava mais do que na hora do blink-182 ganhar uma homenagem por aqui, por tudo que eles representam, não só na minha vida, como da de muitos blink-maníacos mundo afora. =)

 Nesse post tentarei falar sobre as origens, os integrantes, o incrível sucesso alcançado pela banda, os mitos e entender o provável motivo para uma dolorosa separação e fim do grupo, como ocorreu. =|

 Segundo a Wikipédia, tudo começou em 1992 (embora alguns locais citem 1991), quando Mark Allan Hoppus foi morar em Sand Diego, Califórnia, lá, ele acabou conhecendo o Tom Matthew DeLonge, que sonhava em montar uma banda. Pelo jeito a coisa toda tornou-se um verdadeiro caso de amor, já que ambos compartilhavam muitas coisas em comum. =D

 Só que, para formar a banda, eles ainda precisavam de um baterista. Foi aí então que Tom descobriu em sua escola, um baterista chamado Scott Raynor. Apesar de Scott ser um fervoroso fã do Metallica, o que não era bem o som que o blink buscava, aceitou o convite para participar da banda. =)

 Então, o recém-formado grupo sentou e começou a cogitar vários nomes para a banda, como, por exemplo, Duck Tape, depois de uma discussão, decidiram que a banda passaria a se chamar "blink". Mas o que eles não esperavam é que uma banda de Techno da Irlanda, que possuía o mesmo nome, logo após o lançamento do Cheshire Cat compare preço no buscapé iriam ameaçá-los judicialmente a mudarem de nome. Para evitar um processo longo, e que provavelmente eles perderiam, o blink adicionou o número 182 ao final de seu nome, passando a se chamar blink-182 (blink one eight two).

 Existem milhares de rumores e mitos envolvendo o número 182, como o que diz que AlPacino falou a palavra "fuck" 182 vezes no filme Scarface e muitos outros, que a banda fez questão de desmentir e deixar claro que não se passa de uma escolha totalmente aleatória. O que a isa me chamou a atenção e ninguém pode negar é que "one eight two" tem a fonética bem parecida com "wanna eat you" (ou, traduzido para o não tão bom e velho português: "queria comer você"). =D

 O blink-182 tornou-se conhecido no mundo todo por suas melodias "Punk Rock" só que, ao contrário da atitude de outras bandas de Punk Rock, suas letras eram sempre bem humoradas, o que não batia com as bandas punks de antigamente que sempre demonstravam em suas letras sentimentos como raiva ou conteúdo contra o governo. Dessa maneira, o blink-182 acabou inovando o punk (criando a derivação "Pop Punk", onde supostamente se enquadra) e, além disso, trouxe novamente ao auge o estilo que, há muito, tinha sido deixado de lado pela mídia.

 Em 1993, o blink finalmente lançou o seu primeiro EP chamado Flyswatter. A fita demo foi gravada com material caseiro, o que explica a baixa qualidade do som, mas, quem escuta este EP, percebe como a qualidade da banda mudou desde então, pra melhor ou pra pior, varia de acordo com o gosto de cada fã. Antes do fim do mesmo ano, o blink lançou outra fita conhecida como Buddha. Algo em torno de 1000 cópias foram produzidas por uma pequena gravadora. Foi aí que, no início de 1994, o blink lançou seu primeiro álbum oficial, o Cheshire Cat compare preço no buscapé. O álbum basicamente se resumia a várias novas versões das músicas que já tinham sido escutadas no demo Buddha. =)

 Devido ao novo estouro do punk rock na década de 90, o que resultou na aparição de dezenas de bandas do estilo como o Green Day e o Offspring. As grandes gravadoras começaram a abordar tais bandas, foi aí que o blink-182 assinou com a gigante MCA Records. A banda acabou se mudando de San Diego para outra cidade na Califórnia, para poder se dedicar a gravação do álbum Dude Ranch compare preço no buscapé com um famoso produtor. O álbum fez um tremendo sucesso, que resultou em dois singles conhecidos até hoje pelos grandes fãs de blink: Josie e Dammit, que ficaram no topo das paradas americanas por um bom tempo. =D

 Mas com o sucesso, as intrigas começaram a aparecer, e em 1998 os integrantes tiveram problema com o Scott, aparentemente devido ao forte consumo de bebidas por parte dele. Algumas outras pessoas acreditam que ele deixou o blink-182 para conseguir o seu diploma na faculdade, ou ainda a lenda de que ele preferia continuar no cenário underground (timidez?!). Enfim, teorias não faltam, mas com todo o mistério que cerca o blink, isso é mais uma pergunta sem resposta... =|

 Quando Scott desapareceu da banda no meio de uma turnê pelos Estados Unidos, Tom e Mark precisaram urgentemente de outro baterista para substituir a ausência do Scott em um de seus shows. Foi aí que Travis Barker, que era o baterista do The Aquabats, uma banda com quem o blink-182 estava em turnê conjunta, decidiu tocar com eles naquela noite para salvar a pele deles. O talento do novo baterista já foi posto a fogo quando Travis aprendeu, em apenas 30 minutos, todo o setlist da banda e tocou com incrível facilidade durante o show. Mark e Tom ficaram tão impressionados que decidiram convidar o Travis a fazer parte da banda! =D

 Com o novo integrante, o próximo álbum da banda, Enema Of The State compare preço no buscapé, tornou-se um dos mais aguardados. Tanta expectativa acabou tornando o álbum um incrível sucesso aumentando ainda mais a fama da banda! Foi aí que o blink-182 entrou para o cenário pop mundial com aparições exaustivas na MTV. O álbum rendeu vários singles extremamente famosos e conhecidos não só pelos fãs da banda como: What's My Age Again, Adam's Song e All The Small Things! =D

vídeo Videoclipes do blink-182 no YouTube
(Assista a playlist criada pelo PortalCab com todos os clipes da banda)

fotos Fotos do blink-182
(Mais de 182 fotos do blink-182 em nossa galeria de fotos! =D)

  O clipe da canção "All The Small Things" tornou-se muito popular por tirar um sarro de diversas boybands além de outras celebridades do mundo pop, como as (até então) virgens e imaculadas Britney Spears e Christina Aguilera.

 Nessa época que o blink-182 mostrou seu grande diferencial em relação as outras bandas de punk rock da época, suas músicas, por serem mais leves e bem humoradas, eram bem mais acessíveis as rádios do que outras bandas como NOFX, Green Day e Offspring. O que ganhou o gosto de adolescentes, como eu, por todo o mundo. =)

 Com tal fato, somado ao sucesso, o blink acabou perdendo a credibilidade no cenário punk, já que todos alegavam que agora eles não passavam de uns vendidos que dividiam o mesmo espaço com boybands populares como os Backstreet Boys e N'Sync, tornando-se uma mera modinha e nada mais do que uma simples banda de garotinhas adolescentes. Tá explicado porque punk é punk. =x

 Mas, pelo jeito, o blink-182 pouco se abalou com a situação, aclamado como os reis do pop punk rock, em 2001, lançaram o Take Off Your Pants And Jacket compare preço no buscapé, que na minha opinião é um dos melhores CD's da banda e seguia as mesmas fórmulas básicas do aclamado Enema Of The State. Isso fez com que a banda não ganhasse credibilidade entre os punks, mas o seu sucesso no cenário musical era evidente. Para se ter uma idéia, no mesmo ano ilustraram a revista "CosmoGirl" e ganharam um prêmio no "Kid's Choice Award" da Nickelodeon. Só de falar isso, já dá até pra imaginar como os punks reagiram, não é? =P

 Quando as coisas pareciam feias para eles, pelo menos nesse ponto de vista, Tom DeLonge e Travis Barker, se dedicaram a projetos laterais como o Transplants e o BoxCar Racer, o que fez com que suas imagens, e conseqüentemente a do blink-182, ficassem menos arranhadas entre o meio. =)

 O respeito voltou mesmo em 2003, já que, em 2002, muitas bandas ditas punk como o Good Charlotte, New Found Glory e Simple Plan surgiram e seguiram os mesmos passos do blink-182 na mídia, passando a tomar conta da grade da MTV. Isso fez com que o "ódio" por blink ficasse meio de lado, e tais bandas assumiram a indigesta posição entre os punks cheios de ódio no coração. =P

 Durante este meio tempo, o blink-182 fez o seu 5º álbum, sendo um dos mais aclamados até hoje pela crítica e pelo público, embora com um estilo bem diferente, tanto é que o próprio Travis disse que o fato do álbum ficar sem título foi justamente para representar um blink totalmente novo. Não me batam, mas esse CD pode ser considerado um dos melhores álbuns da banda! O álbum, sem título e simplesmente conhecido como blink-182 compare preço no buscapé, rendeu vários singles de sucesso estrondoso como "Feeling This", "I Miss You", "Down" e "Always".

 Como é extremamente perceptível, todas as músicas do novo álbum têm um tom mais profundo do que tudo que o blink já tinha produzido (talvez só com exceção da Adam's Song). Isso acabou gerando um certo respeito e comparações até bem exageradas como, por exemplo, ao excelente Dark Side Of The Moon do Pink Floyd, ao estilo do The Police e até do U2!  Já Mark, Tom e Travis alegaram que a maior influência foi mesmo do The Cure, até um dos membros da banda fez uma pontinha em "All Of This", uma das músicas do novo álbum. =D

 Nesse tempo, o blink-182 fez uma turnê conjunta com a extinta banda No Doubt que também foi um sucesso. Reza a lenda, que em sua visita a Irlanda, decidiram conhecer os seus antigos "inimigos", a banda Blink irlandesa. =P

 Só que quando tudo parecia estar indo bem, os integrantes do grupo anunciaram que entrariam em hiatus por tempo indefinido simplesmente sem informar o motivo. Mas, pelo jeito, o hiatus será algo permanente mesmo, já que Mark Hoppus e Travis Barker, que criaram uma nova banda chamada +44, lançaram uma nova música "No It Isn't" bem na data de aniversário do ex-amigo Tom DeLonge, onde na letra fica bem claro a posição de ambos em relação ao fim do blink-182: "Por favor entenda, isso não é apenas um adeus, isso é um 'eu não agüento você'". =|

 Pelo menos tal fim rendeu uma das melhores músicas que já escutei em toda minha vida (a do +44 chamada No It Isn't, mas também a única que gostei de todas já feitas pela nova banda do Mark e do Travis). Ah, o Tom também seguiu com a vida dele e faz parte de uma nova banda chamada Angels and Airwaves que, com todo respeito, nem se compara ao +44 e ao extinto blink. =|

 Pois é, pelo jeito alguma briga muito séria entre eles rolou, a ponto do Travis em uma de suas entrevistas, chorar pelo fato do Tom não estar mais falando com eles, o que praticamente mina qualquer esperança de que a banda, um dia, volte. A não ser, quem sabe, quando eles estejam bem velhinhos e aprendam que tais tipo de intrigas e briguinhas não levam a nada. Travis já percebeu isso, mas pelo jeito Tom é cabeçudo e ainda vai demorar um tempo a entender. Mas enfim, espero que tenham gostado da aula sobre a melhor banda, de acordo com o gosto do Cab, de todos os tempos e, quem sabe, um dias eles retornem com tudo, afinal, os Backstreet Boys voltaram, as Spices Girls também, porquê não o blink-182?! =)

 [Atualizado!] A coisa era séria! Porém com o acidente aéreo que o Travis Barker se envolveu, isso acabou reunindo a banda novamente e o blink-182 anunciou oficialmente sua volta no palco do Prêmio Grammy 2009! Para mais informações é só ler o post no PortalCab sobre a volta do blink-182! =D

Postado ao som de:
blink-182 - Down

Referências: Wikipédia | 88FM | blink182.com

     Compartilhe esse post em seu Twitter, Facebook, orkut ou onde preferir! =)
22 comentários sobre o assunto

Exibindo os 10 comentários mais recentes. Veja todos os 22 comentários ou deixe o seu comentário.

Justin Timberlake What's My Age Again do Blink-182 cantada por um Coral?! o_O