vídeo Videoclipes da Christina Aguilera
(Assista e escute as melhores músicas da Aguilera! =D)

 Tava na hora de por algo mais sexy aqui nas gatinhas do PortalCab, mas quem colocar pra segurar a parada? Logo veio a cabeçorra do pequeno Cab, Britney Spears, o problema é que ela já tinha sido usada, então quem viria agora? A resposta foi a "arquiinimiga" dela: Christina Aguilera! Que além de ter esse certo atrito com a ispiers ainda consegue ser mais ou tão sexy que nem ela. Escolha perfeita! =D

 Christina Maria Aguilera nasceu em Staten Island, Nova York, em 18 de dezembro de 1980 e cresceu em Pittsburgh, nos subúrbios de Wexford, Pensilvânia. Filha de Fausto Wagner Xavier Aguilera, um militar americano, e Shelly Loraine Fidler, uma tradutora de espanhol e violinista. Fausto nasceu no Equador, mas é de ascendência alemã. Aos 19 anos se mudou para Staten Island, NY e entrou para o exército americano. Shelly é de ascendência irlandesa, mas nascida em Newfoundland, Canadá. A avó de Christina foi a primeira a reconhecer seus talentos vocais. Desde que aprendeu a falar, Christina dizia que queria ser cantora. Ela cresceu admirando artistas como Etta James, Billie Holliday, Ella Fitzgerald, Madonna, Whitney Houston, Janet Jackson e Mariah Carey.

 Christina sempre se apresentava durantes as festas do bairro, derrotando seus oponentes com um pouco de imponência, o que fez com que ela ganhasse a atenção da mídia rapidamente, sendo conhecida como a "Menina do Vozeirão". Com apenas nove anos, já era a cantora oficial do programa "The Star-Spangled Banner". Era a cantora oficial da equipe de futebol dos Pittsburgh Steelers e da equipe de hoquei Pittsburgh Penguins.

Abaixo seguem os 35 papeis de parede dela, aprecie com moderação:

(45 fotos)  

Fotos da Christina Aguilera

Christina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina AguileraChristina Aguilera

 Mas este rótulo de "menina do vozeirão" logo se tornou um problema na vida da garota e, principalmente, nos demais concursos em que ela entraria. Quando os outros concorrentes sabiam que ela estaria participando simplesmente desistiam e os pais destas crianças não gostavam do que ocorria. Aguilera passou a ser perseguida e menosprezada. E a proporção dos ataques à pequena notável foram aumentando, chegando a atos de vandalismo em sua casa, depredações e até mesmo atentados ao carro da família.

 Em 15 de março de 1990, Aguilera se apresentou no famoso programa americano Star Search, cantando "A Sunday Kind of Love" de Ella Fitzgerald. Apesar de não ganhar o programa, Christina adquiriu confiança e sentiu pela primeira vez o gosto da fama. Ao retornar para casa, Aguilera foi convidada para o "TV's Wake Up", programa de Larry Richert, para apresentar a mesma canção. Com o sucesso de sua apresentação, foi convidada novamente. Desta vez, cantou "Vision of Love", o primeiro single de Mariah Carey, causando espanto por alcançar todas as notas, incluindo o famoso agudo, marca registrada de Carey.

 Com 11 anos, Christina fez um teste para o elenco infantil da Disney e passou, porém não entrou no programa desejado devido a sua idade.

 Um ano depois Christina conseguiu o que queria. Em 1993, quando entrou para o Disney Channel, no programa "The Mickey Mouse Club", ao lado de Britney Spears, Justin Timberlake, JC Chasez (ambos futuros integrantes do *NSYNC), Rhona Bennet, Ryan Gosling e Keri Russell (futura protagonista do famoso seriado Felicity), deu seu primeiro grande passo rumo ao estrelato. Assim como mostra o documentário da VH1 sobre o Clube do Mickey, Christina Aguilera ganhou o posto de diva do programa depois de apresentar "I Have Nothing", clássico de Whitney Huston.

 Surgiram então rumores de que Christina e Justin estavam namorando, e que a relação dos dois fez com que sua amiga Britney se afastasse dela. Aguilera diz que os três morriam de rir de tais especulações e os três confirmam que esses rumores não têm fundamento. Então, em 1994, o programa acabou. Christina passou a gravar fitas demo e enviar para gravadoras.

 Christina Aguilera começou a viajar pelo mundo mostrando suas habilidades musicais e chegou a gravar um dueto com o pop star japonês Keizo Nakanishi, chamado "All I Wanna Do". Participou do clipe e saiu em turnê pelo Japão acompanhado o cantor. No mesmo quase causou um incidente, durante o Golden Stag Festivel, na Transilvânia, ao descer do palco e cantar duas músicas no meio da platéia de aproximadamente 10.000 pessoas.

 Em 1998, os estúdios Walt Disney estavam a procura de uma nova voz feminina para a canção tema do filme Mulan e os produtores ouviram uma fita antiga que Christina lhes tinha enviado, onde ela cantava "Run To You", de Whitney Huston. Aguilera foi contatada e em menos de 48 horas estava em estúdio, porém a música ainda tinha uma surpresa: Christina precisaria cantar 1 escala acima do seu tom natural para gravar "Reflection". Ao fazê-lo sem dificuldade entrou para trilha sonora do filme.

 "Reflection" foi um enorme sucesso. Entrou para o Top 20 da Billboard e ganhou o Globo de Ouro de 1998, na categoria "Melhor Canção Original".

 Depois deste enorme sucesso, Christina Aguilera então foi chamada ao escritório central da "RCA/BMG Records" em Los Angeles. Christina foi contratada e rapidamente tornou-se uma das artistas pop mais conhecidas mundialmente. Imediatamente se pos a gravar seu primeiro álbum, entitulado com seu nome, que foi um enorme sucesso. "Gennie In a Bottle", seu primeiro single, lhe rendeu 1 Grammy, por "Artista Revelação", superando a febre mundial do momento, Britney Spears, que concorria ao mesmo prêmio. Aguilera também foi nomeada por "Melhor Performance Vocal Pop".

 Em 2000, Christina deu um importante passo em sua carreira: lançou seu primeiro álbum totalmente em espanhol. 'Mi Reflejo' contava com regravações de seus primeiros singles e também com músicas inéditas. O álbum entrou para o Top 20 da BillBoard e liderou as paradas da BillBoard Latina. Em 2001, Mi Reflejo lhe rendeu o Grammy Latino e o single 'Falsas Esperanzas' tornou-se febre no mundo latino.

 Com tanta notoriedade no mundo hispânico, Ricky Martin a convidou para gravar 'Nobody Wants to be lonely', para seu álbum Sound Loaded. O single se tornou febre em todo mundo, com maior destaque no Reino Unido, Alemanha, Suíça, Canadá e Austrália.

 Christina Aguilera, juntamente com Pink, Mya, Lil' Kim e a colaboração de Missy Eliot, interpretou a canção mais famosa e bem-sucedida de 2001. Para a trilha sonora do filme Moulin Rouge, o quarteto regravou um clássico dos anos 70: "Lady Marmalade".

 A canção ocupou o posto número 1 em mais de 20 países, incluindo 5 semanas na primeira posição na Billboard. Recebeu, também, certificação de disco de ouro, platina e platina duplo ao redor do mundo.

 Em 2002, após muitos atrasos, foi lançado o segundo álbum mundial de Christina, Stripped. Menos pop, e com influências variadas, que iam do jazz ao hip-hop, passando pelo gospel, soul e rhythm and blues. Mostrou o amadurecimento do talento e da voz de Aguilera.

 No início, entretanto, o álbum não foi tão bem recebido quanto o anterior pela crítica especializada. E, para muitos, a incrível habilidade vocal de Christina foi ofuscada pela imagem sexy e provocante que ela começou a cultivar com o single de estréia, 'Dirrty'. Ela se defendia das acusações de que tal mudança era puro marketing dizendo que essa "imagem" refletia bem mais a sua personalidade do que a que ela demonstrava anteriormente.

 Essa imagem mais "pervertida" rendeu reações das mais diversas. Enquanto o video de 'Dirrty' se tornou um dos sucessos do ano na MTV norte-americana, teve um resultado aquém do esperado na venda de singles. No resto do mundo, entretanto, foi um enorme sucesso, se tornando o single número um em diversos países, como Inglaterra, França, Alemanha, Itália, Suíça e Japão.

 Porém, com o segundo single, 'Beautiful', a crítica se rendeu ao talento da cantora. O single se tornou um sucesso radiofônico monstruoso por todo o mundo, incluindo o Brasil.

 'Stripped' ainda teve mais três singles lançados - "Fighter", "Can't Hold Us Down", and "The Voice Within" - nos anos seguintes, todos se tornando sucessos. Com todo esse sucesso, Christina foi convidada para apresentar o Europe Music Awards de 2003.

 Durante uma apresentação no MTV Video Music Awards de 2003, em 28 de Agosto, Christina realizou um dueto com Britney Spears, cantando a clássica "Like a Virgin", num tributo à Madonna. Foi nesse dia que Christina Aguilera tomou parte de uma das maiores polêmicas dos Estados Unidos naquele ano. Ela e Britney trocaram beijos com Madonna, incendiando o prêmio e chocando muitos por todo o país. O beijo é comentado até hoje.

 Curiosamente, a participação de Aguilera na façanha é "diminuída" em comparação à de Britney Spears. Para alguns, isso se deve ao fato de Britney ser considerada por alguns como a "sucessora de Madonna", enquanto Christina prefere seguir uma linha diferente, própria; e aquele beijo seria uma "passagem de cetro" simbólica.

 Naquela mesma noite, Christina surpreendeu a todos apresentando-se novamente. Dessa vez, a cantora apresentou suas próprias músicas: o mega hit "Dirrty", que lhe rendeu indicação ao Grammy, e "Fighter", acompanhada pelo famoso guitarrista Dave Navarro. Christina foi ovacionada, terminando sua apresentação aplaudida de pé.

O segundo single de Kelly Clarkson, 'Miss Independent', foi escrito por Aguilera. A canção foi um sucesso e lançou a vencedora do American Idol para o mundo.

 Christina aceitou o convite para apresentar o Europe Music Awards, a maior premiação da MTV européia, e se tornou a anfitriã do EMA03. Literalmente um sucesso. A edição apresentada pela cantora foi a mais lucrativa e com maiores registros de audiência até hoje na história do prêmio.

 Aguilera foi indicada ao Grammy por 'Dirrty', porém a canção de "passado duvidoso" não levou o prêmio. Com o mundo a seus pés, Christina Aguilera foi entitulada a "Melhor Artista Pop" de 2003, pela BillBoard e "Artista do Ano", pela Rolling Stone.

 Em 2004, Christina assumiu uma postura mais madura, chegando a participar de importantes movimentos políticos e campanhas sociais. Essa nova imagem lhe rendeu um contrato milionário com a Mercedes-Benz, tornando-se o novo rosto da empresa.

 Aguilera estrelou a campanha 'Declaire Your Self'. Nesses anúncios políticos, a cantora aparecia com a boca costurada, expressando as conseqüências de abrir mão de votar (lembrando que nos EUA o voto é facultativo). Christina participou de diversos debates e foi convidada ao "The Oprah Winfrey Show" para discutir a importância da voto e sua relação com o futuro.

 No verão de 2004, Aguilera estava em 2 singles. O primeiro: 'Car Wash', uma regravação de Rose Royce, para a trilha sonora da animação da Disney, 'O espanta tubarões'. Missy Elliot também participou. O segundo single também foi uma participação. Desta vez com o rapper Nelly, para seu álbum 'Sweat', single entitulado "Tilt Ya Head Back'. Ambos os trabalhos fracassaram comercialmente nos EUA. Curiosamente foram sucessos na Europa e principalmente na Ásia.

 Em novembro de 2004, Christina lançou seu primeiro DVD ao vivo. Apresentando o show de Stripped Tour. 'Stripped Live In the U.K. foi gravado na Wembley Arena, em Londres, Inglaterra.

 Mesmo em 2004, Christina ainda colhia os frutos de 'Stripped'. Aguilera recebeu 5 indicações ao Grammy Awards, incluindo 'Melhor Álbum Pop' e 'Canção do Ano', por 'Beautiful'. Christina venceu novamente, desta vez na categoria 'Melhor Performance Pop feminina', por 'Beautiful'. 'Beautiful' realmente imperou naquele dia. Christina apresentou a canção ao vivo, com direito a trechos a cappella e coral. Ao final, Aguilera foi aplaudida de pé por mais de 1 minuto 20 segundos.

 No começo de 2002, Aguilera tinha começado a namorar o executivo fonográfico, Jordan Bratman. Após 3 anos de relacionamento, Christina anunciou seu noivado em fevereiro de 2005 e, em novembro, casou-se com Jordan.

 Aguilera colaborou o pianista de jazz, Herbie Hancock, em seu álbum 'Possibilities'. A música 'A Song For You', uma regravação de um clássico de Leon Russel. A canção rendeu aos músicos uma indicação ao Grammy. Christina retomou o clima do "Mickey Mouse Club" ao ser convidada especial da comemoração do 50º aniversário da Disneylândia, interpretando a canção 'When You Wish Upon a Star'. Aguilera colaborou, também, com Andrea Bocelli, na canção 'Somos Novios (It's Impossible), para o álbum 'Amore' do cantor italiano.

 Em 2006, Christina Aguilera transfomou-se novamente. Com um visual glamouroso e sofisticado, esbanjando elegância por onde quer que fosse.

 Fortemente influenciada pelo jazz e o soul das décadas de 20, 30 e 40, Aguilera trabalhou em seu terceiro álbum, Back To Basics - que foi indicado com o mais esperado de 2006 pelas revistas Rolling Stone e BillBoard.

 Com sua versão de "A Song For You", juntamente com Hancock, Aguilera mais uma vez recebeu uma nomeação ao Grammy. A música fez tanto sucesso que rendeu uma apresentação na 48ª edição do Grammy Awards. Por sua colaboração em "Somos Novios", Christina foi convidada de honra do renomado Festival de San Remo, apresentando-se ao lado de Bocelli.

 Nesse ano também, Aguilera lançou o primeiro single de "Back To Basics", "Ain't No Other Man". O single fez sucesso imediato. Foi a melhor estréia do ano no ranking americando da BillBoard.

 Devido ao estrondoso sucesso de "Ain't No Other Man", Aguilera foi convidada a se apresentar no MTV Movie Awards.

 "Back To Basics" foi lançado dia 15 de agosto. Com apenas 2 dias de lançamento, "Back To Basics" se tornou o álbum mais vendido em diversos países, principalmente na Europa. Completando uma semana após o lançamento, o álbum se tornou #1 também nos EUA.

 É claro que esse texto completamente fora das palavras do Cab foi surrupiado da Wikipedia! Tava com preguiça de pesquisar e estudar algo que eu não fazia a mínima idéia, além do mais deu pra conhecer ela, não só fisicamente... =D

Para wallpapers da modelo em outras resoluções clique aqui nova janela

     Compartilhe esse post em seu Twitter, Facebook, orkut ou onde preferir! =)
83 comentários sobre o assunto

Exibindo os 10 comentários mais recentes. Veja todos os 83 comentários ou deixe o seu comentário.

Mischa Barton