Mr. Extreme - Um super-herói da vida real

Superheroes: Documentário da HBO
(Trailer do documentário da HBO sobre super-heróis da vida real)

 No começo desse século, acredito que com o filme do Homem-Aranha, presenciamos uma mudança no cinema relacionada aos filmes sobre super-heróis de histórias em quadrinhos. Os filmes bobos com super-heróis inatingíveis foram substituídos por super-heróis com medos e fraquezas, muito mais humanos, gerando filmes mais dramáticos e verossímeis (mesmo com todas as mentiras e super poderes). Isso acabou gerando uma indústria multi-bilionária e o que mais vemos hoje em dia são adaptações de tudo quanto é história em quadrinhos sobre super-heróis para o cinema. =P

 Essa onda acabou influenciando a criação de outros filmes que retratam pessoas normais tornando-se super-heróis mesmo sem super poderes como os excelentes filmes Kick-Ass e Super. Inclusive em Kick-Ass, em certo momento o protagonista indaga como ninguém nunca tentou torna-se um super-herói? O que ele não sabia é que, assim como ele, muitas pessoas levaram adiante esse pensamento na vida real! =D

 A HBO fez um excelente documentário chamado Superheroes que mostra o que inspirou essas pessoas a vestirem fantasias e se tornarem super-heróis na vida real, patrulharem as ruas de cidades com o objetivo de deter crimes violentos e, se necessário, fazer justiça com as próprias mãos.

 O filme foca na história de pessoas como o Mr. Extreme, que mora em San Diego e único membro do Xtreme Justice League; Zimmer, um desmascarado, homossexual assumido do Brooklyn que, junto com outros 3 amigos "super-heróis", monta "iscas" para tentar pegar criminosos no ato; Master Legend, um malucão carismático que toma cerveja durante suas patrulhas, fala com Deus e achar ter super poderes mas que por outro lado doa brinquedos a crianças necessitadas em Orlando e muitos outros super-heróis. =)

 Além de mostrar o dia a dia e ponto de vista dessas pessoas, o documentário também aponta os motivos que levaram eles a combaterem o crime com as próprias mãos e o que policiais, psicólogos e até mesmo a lenda dos quadrinhos Stan Lee acham disso tudo. A princípio pode parecer excêntrico vestir uma fantasia e sair pelas ruas combatendo o crime, porém com o desenrolar do filme começamos a compreender a real mensagem disso: Fazer o bem acima de tudo e combater a apatia tão presente em nossa sociedade como o chocante caso de Kitty Genovese onde ela foi assaltada, espancada, estuprada e depois assassinada na rua com mais de 30 testemunhas dos prédios vizinhos que não fizeram absolutamente nada para por fim naquilo que é um símbolo histórico de tal apatia. =|

 O documentário foi ao ar na HBO gringa no começo de agosto e não sei se a HBO Brasil pretende exibí-lo no Brasil. Caso isso não se aconteça, não se atenha aos desejos de uma emissora de TV e procure na internet pois o filme é muito bom e merece ser assistido como um meio de refletir acima de tudo sobre a apatia e o conformismo. =)

     Compartilhe esse post em seu Twitter, Facebook, orkut ou onde preferir! =)
Os bastidores da produção dos filmes do Hobbit Beat 2012, o som das Olimpíadas